Abrir menu

SaaS, PaaS ou Iaas: Entenda os conceitos que podem apoiar sua jornada para a nuvem

Ter soluções em nuvem hoje não é mais uma tendência do futuro, mas sim uma realidade estratégica para as empresas que querem obter vantagens competitivas, reduzir custos de infraestrutura e aumentar o potencial de disponibilização das aplicações.

Colocar ambientes de sistemas na nuvem é fundamental nos dias atuais, mas ao avaliar as opções e possibilidades, geralmente encontramos 3 termos muito utilizados, que são o SaaS, PaaS ou IaaS.

Você sabe o que significa cada um deles?

Confira a definição desses termos segundo a SAP, uma das maiores empresas do mundo no setor de tecnologia:

SaaS:
SaaS – software como serviço – é uma maneira de entregar aplicativos pela Internet. Os clientes podem acessar aplicativos SaaS em um navegador da Web, o que significa que não há nenhum hardware nem software a comprar, instalar, manter ou atualizar. O provedor de SaaS cuida de tudo – e o cliente tem sempre a versão mais recente do aplicativo.

PaaS:
Plataforma como serviço (PaaS) oferece uma plataforma de nuvem e ferramentas para ajudar os desenvolvedores a desenvolver e implementar aplicativos na nuvem. Os usuários acessam a PaaS em um navegador, por isso não há necessidade de comprar e manter o hardware e o software subjacentes. Com a PaaS, os desenvolvedores podem escolher as características que querem, com base na assinatura.

IaaS:
Infraestrutura como serviço (IaaS) permite que as empresas “aluguem” recursos de computação, como servidores, redes, armazenamento e sistemas operacionais com base no uso. Provedores de IaaS hospedam a infraestrutura e realizam tarefas como manutenção e backups do sistema para que os clientes não tenham de comprar hardware nem contratar especialistas internos para gerenciá-lo.

As empresas precisam avaliar esses três formatos considerando custos e as necessidades do sistema que será colocado na nuvem.

Na BasisIT, sempre sugerimos aos nossos clientes fazer a migração dos sistemas em fases, iniciando por ambientes menos críticos.
Subir um ambiente de desenvolvimento ou qualidade do SAP na nuvem geralmente é um bom começo para que as empresas se acostumem com o novo formato de disponibilização e aos poucos vá migrando os ambientes mais críticos para a nova plataforma.

Em resumo, há muita diferença nos formatos de contratação de soluções em nuvem, sejam elas SaaS, PaaS ou IaaS, mas é fundamental avaliar a melhor opção para o seu negócio, extraindo o máximo de potencial da nuvem e alavancando a transformação digital dos seus processos.

 

Por admin

Comments

Informações por e-mail
Preencha o formulário abaixo e aguarde que nossos especialistas entrarão em contato:
Ligamos para você
Informe seus dados de contato, escolha uma data e um de nossos especialistas ligará para você.